Os alunos da 3ª série do Ensino Fundamental de ambas as unidades do CEAT estão descobrindo as multiplicações. Com base no livro “Onde estão as multiplicações?”, de Luiza Faraco Ramos Faifi, as turmas montaram feiras apresentando as descobertas de cada aluno sobre as multiplicações que podemos fazer no dia a dia. O trabalho foi desenvolvido pelas professoras Marenita Wolf, Isabel Cristina Bundrich e Alana Morari.

A equipe administrativa do CEAT participou de encontro de Formação Continuada na última sexta-feira, dia 28. O tema abordado pela coach executiva e consultora organizacional, Márcia Pozzobon, foi ética e comportamento.
Ao longo do ano, todos os colaboradores do CEAT participam de atividades de Formação Continuada. Os encontros são voltados para a equipe pedagógica, professores, auxiliares e monitores, docentes ingressantes e colaboradores técnico-administrativos.

O escritor Caio Riter palestra em ambas as unidades do CEAT nesta quinta e sexta-feira, dias 27 e 28, para os alunos de 3ª à 9ª série. A atividade faz parte do projeto Autor Presente 2015. Três livros do escritor foram lidos pelos estudantes do CEAT: “Sete Patinhos na Lagoa”, pelos alunos de 3ª e 4ª séries, “Duas Vezes na Floresta Escura”, pelas turmas de 5ª à 7ª séries, e “Meu Pai Não Mora Mais Aqui”, pelos estudantes de 8ª e 9ªséries.
Além de Caio Riter, outros três escritores integram o projeto Autor Presente deste ano: Viviane Juguero, para as turmas de Berçário e Nível 2, Gustavo Finkler, de Nível 3 à 2ª série do Ensino Fundamental, e Tabajara Ruas, para os alunos do Ensino Médio.

A 4ª série A do CEAT Lajeado teve uma atividade diferente na última semana em alusão ao Dia do Estudante, comemorado em 11 de agosto: o diretor geral, Rodrigo Ulrich, respondeu dúvidas da turma. Ele falou sobre o surgimento das escolas no Brasil e especificamente sobre o CEAT. Os alunos também perguntaram sobre como funcionam as escolas públicas e privadas, bolsas de estudos, intercâmbio, o funcionamento do CEAT como internato, etc.
A professora Maria da Glória Munhoz Roos conta que “foi um papo de gente grande lindo e com total envolvimento de todos os alunos e que depois desta conversa os estudantes ficaram ainda mais motivadas”. Com isto, eles estão ampliando os estudos sobre o surgimento e funcionamento das primeiras escolas no Brasil.

Seis estudantes da 2ª e 3ª séries do Ensino Médio do CEAT fazem na manhã desta quinta-feira, dia 28, a prova oral de proficiência em Língua Alemã. Se aprovados eles receberão do governo da Alemanha um diploma vitalício atestando o conhecimento na língua com nível B1 reconhecido em todo o mundo. A prova está sendo avaliada pela orientadora do Ensino de Língua Alemã nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, Gabriele Metz-Klein, e pela professora do CEAT, Roseli Kussler.
Gabriele destaca que o diploma neste nível permite o acesso em universidades alemãs, pois atesta que o estudante está tem os conhecimentos necessários para compreender e se expressar na língua. Todo o processo para a aplicação das provas de proficiência, que também envolve a qualificação e o treinamento de professores, é custeado e supervisionado pelo governo alemão. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina apenas 13 escolas são centro de aplicação destas provas de proficiência.

Subcategorias

Tecnologia - Toshyro.net