Os estudantes das turmas da 8ª série do CEAT Lajeado construíram maquetes a partir do estudo do feudalismo, que esteve presente na atividade econômica da Idade Média e influenciou as relações sociais e políticas em várias regiões da Europa. A professora Luciane Leães conta que os alunos foram divididos em grupos para construir as partes do feudo: o castelo do senhor feudal, as terras do manso senhorial e do manso servil, os equipamentos comuns como forno, forja, moinho, prensa e as florestas. A união das peças produzidas por cada grupo resultou nas maquetes que ficaram expostas em frente ao Bloco 1 e na Biblioteca.

As turmas de nível 3 à 4ª série de ambas as unidades do CEAT assistiram a peça teatral “A Família Sujo” nesta quinta-feira, dia 20. A apresentação foi feita pela companhia teatral "Cuidado que Mancha". A peça fala sobre uma família que tem como característica não priorizar a limpeza pessoal e do espaço até que a filha desaparece no meio da sujeira do seu quarto.
O livro “A Família Sujo” de Gustavo Finkler é a obra escolhida para o projeto Autor Presente 2015 para os alunos de nível 3 à 2ª série do Ensino Fundamental. Também integram o projeto deste ano e estarão em breve na escola os autores Viviane Juguero, Caio Riter e Tabajara Ruas.

Os alunos da 5ª série B do CEAT Lajeado tiveram mais uma colega durante as últimas duas semanas: a norte-americana Laura Ehlers Wertalik. Este foi o terceiro ano em que Laura estudou no CEAT durante o período de férias do colégio dos Estados Unidos. A menina mora na cidade de Milford, no estado de Connecticut.
Em uma das aulas de Língua Inglesa, Laura falou para a turma sobre sua rotina. Os colegas perguntaram sobre os livros, a alimentação, o uso do computador, as matérias que ela tem na escola e os horários de aula e de ir dormir. A professora Maria Regina Kuhn conta que este “foi um momento muito rico de troca cultural e de aprendizagem”.
O pai de Laura, Louis John Wertalik, conta que existem diferenças entre a escolas, como o horário das aulas, que é mais extenso nos EUA. Ele diz que o conteúdo estudado é semelhante, mas que, no Brasil, Laura sempre estuda na metade do ano letivo, enquanto que nos EUA as aulas começam somente em setembro. Ao longo do ano, a família de Laura procura organizar bate-papos via Skype entre os colegas do Brasil e dos EUA, promovendo o contato entre os estudantes da mesma série.
Louis John explica que matricular a sua filha em uma escola estrangeira tem muitos benefícios, como o aprendizado de uma língua e de uma cultura diferentes e o contato com a natureza, o clima e a comida locais, além do convívio com os avós, tios, primos e amigos. Ele destaca que a experiência “se trata de realmente entender melhor que o nosso mundo é muito mais do só que a gente tem em casa”.

Os estudantes do Ensino Médio do CEAT Lajeado assistiram, nesta quarta-feira, dia 19, a palestra "Do oncologista à família: reconstruindo a história do câncer", com o médico Dr. Leandro Brust, que é ex-aluno do colégio. Na ocasião, o especialista falou sobre a importância da prevenção do câncer através de atitudes como ter hábitos de vida saudáveis. Ele destacou que o câncer tem cura, especialmente se diagnosticado em seu estágio inicial, e, por isso, não deve ser tratado como o fim da vida, mas como uma doença que deve ser enfrentada.

Vinte e cinco estudantes que integram o CEAT Social visitaram a APAE de Lajeado na última semana. Na ocasião, eles cantaram e brincaram com alunos da APAE e conheceram a estrutura da associação, como salas de aula e de reabilitação. O CEAT Social também entregou mimos para os alunos da APAE. A visita foi inspirada na Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla que acontece entre os dias 21 e 28 de agosto. O tema deste ano é “Inclusão se conquista com autonomia”.

Subcategorias

Tecnologia - Toshyro.net