A equipe administrativa do CEAT participou de encontro de Formação Continuada na última sexta-feira, dia 28. O tema abordado pela coach executiva e consultora organizacional, Márcia Pozzobon, foi ética e comportamento.
Ao longo do ano, todos os colaboradores do CEAT participam de atividades de Formação Continuada. Os encontros são voltados para a equipe pedagógica, professores, auxiliares e monitores, docentes ingressantes e colaboradores técnico-administrativos.

O escritor Caio Riter palestra em ambas as unidades do CEAT nesta quinta e sexta-feira, dias 27 e 28, para os alunos de 3ª à 9ª série. A atividade faz parte do projeto Autor Presente 2015. Três livros do escritor foram lidos pelos estudantes do CEAT: “Sete Patinhos na Lagoa”, pelos alunos de 3ª e 4ª séries, “Duas Vezes na Floresta Escura”, pelas turmas de 5ª à 7ª séries, e “Meu Pai Não Mora Mais Aqui”, pelos estudantes de 8ª e 9ªséries.
Além de Caio Riter, outros três escritores integram o projeto Autor Presente deste ano: Viviane Juguero, para as turmas de Berçário e Nível 2, Gustavo Finkler, de Nível 3 à 2ª série do Ensino Fundamental, e Tabajara Ruas, para os alunos do Ensino Médio.

A 4ª série A do CEAT Lajeado teve uma atividade diferente na última semana em alusão ao Dia do Estudante, comemorado em 11 de agosto: o diretor geral, Rodrigo Ulrich, respondeu dúvidas da turma. Ele falou sobre o surgimento das escolas no Brasil e especificamente sobre o CEAT. Os alunos também perguntaram sobre como funcionam as escolas públicas e privadas, bolsas de estudos, intercâmbio, o funcionamento do CEAT como internato, etc.
A professora Maria da Glória Munhoz Roos conta que “foi um papo de gente grande lindo e com total envolvimento de todos os alunos e que depois desta conversa os estudantes ficaram ainda mais motivadas”. Com isto, eles estão ampliando os estudos sobre o surgimento e funcionamento das primeiras escolas no Brasil.

Seis estudantes da 2ª e 3ª séries do Ensino Médio do CEAT fazem na manhã desta quinta-feira, dia 28, a prova oral de proficiência em Língua Alemã. Se aprovados eles receberão do governo da Alemanha um diploma vitalício atestando o conhecimento na língua com nível B1 reconhecido em todo o mundo. A prova está sendo avaliada pela orientadora do Ensino de Língua Alemã nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, Gabriele Metz-Klein, e pela professora do CEAT, Roseli Kussler.
Gabriele destaca que o diploma neste nível permite o acesso em universidades alemãs, pois atesta que o estudante está tem os conhecimentos necessários para compreender e se expressar na língua. Todo o processo para a aplicação das provas de proficiência, que também envolve a qualificação e o treinamento de professores, é custeado e supervisionado pelo governo alemão. No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina apenas 13 escolas são centro de aplicação destas provas de proficiência.

Nesta semana, a turma da 3ª série A, da professora Marenita Wolf, participou de um momento de conversa com a professora Juliana Gasparotto sobre a criação do jardim Botânico de Lajeado. O local será tema da pesquisa para o Projeto Aluno Pesquisador por ser uma unidade de conservação, baseada na sustentabilidade.
No CEAT Lajeado o Aluno Pesquisador será realizado nos dias 26 e 227 de setembro. Na ocasião serão apresentados os trabalhos de pesquisa desenvolvido pelos alunos do Berçário à 3ª série do Ensino Médio. No CEAT Região Alta a apresentação do projeto será em outubro.

Subcategorias

Tecnologia - Toshyro.net